Conta digital ou conta tradicional: você sabe qual é a diferença?

Conta digital ou conta tradicional: você sabe qual é a diferença?

conheça as diferenças entre conta digital e conta tradicional, nível de segurança e vantagens

Neste post você vai saber qual é a diferença entre conta digital e conta tradicional, conhecer sobre o funcionamento das contas, as vantagens e os benefícios que cada uma delas tem.

É muito comum a gente ouvir aqui e ali sobre o surgimento de um banco digital.

E o que chama a atenção é a variedade de serviços oferecidos, como tarifas baixas, cartões de crédito sem anuidade, crédito pré-aprovado, dentre outros.

Os bancos digitais mais conhecidos são:

  • Nubank,
  • Inter,
  • Neon,
  • BTG Pactual,
  • Conta Digital Pan, dentre outros.

O que é conta digital? 

É uma conta bancária que funciona por meio de um aplicativo ou site do banco.

O que é conta tradicional?

A conta tradicional é um tipo de conta oferecida por instituições financeiras estabelecidas, geralmente com uma presença física, como agências e caixas eletrônicos.

Diferença entre conta digital e tradicional

São os tipos de serviços que mostram a diferença que há entre as contas digitais e os tradicionais.

Além de aplicativo e site, os bancos tradicionais possuem agências físicas, com atendimento presencial.

Já os bancos digitais todo tipo de atendimento, todos os serviços, até os financeiros são realizados apenas pelo app ou site, com rapidez, agilidade e sem burocracia.  

Em outras palavras, o maior diferencial está nos serviços, ou seja, enquanto o tradicional há o atendimento presencial, por meio de suas agências físicas, os bancos digitais conseguem resolver tudo com poucos cliques.

Em decorrência, é possível também verificar que as taxas dos bancos que possuem agências e atendimento presencial costumam ser mais altas.

Vale aqui dizer que o incremento dos bancos digitais também se deu, em razão da ausência dos custos tarifários.

Nos bancos tradicionais há ainda uma série de cobranças de taxas que, nos bancos digitais, são inexistentes.

É possível verificar a cobrança em média de até R$30,00, além da anuidade que a maioria dos cartões de crédito possui.

Sem falar que, em relação aos serviços complementares, os bancos digitais fazem ofertas básicas de crédito, enquanto os tradicionais geralmente fazem ofertas diversificadas e, em relação aos investimentos, nos bancos digitais, os serviços começam com o básico até chegar ao moderado, enquanto nos bancos tradicionais, os investimentos se iniciam dos básicos aos mais complexos.

Por último, a diferença que há entre depósitos em conta corrente de bancos digitais e depósitos em conta corrente de bancos tradicionais é que neste é preciso ir à agencia e fazer depósitos por envelopes, enquanto naqueles é apenas por meio digital.

Como funciona uma conta digital?

Por determinação do Banco Central, que estabeleceu a isenção de tarifas para correntistas que usam somente meios eletrônicos para realizar transações bancárias, as contas digitais floresceram já há alguns anos.

Assim sendo, o usuário de uma conta digital tem isenção dos principais serviços essenciais oferecidos pelo banco, como:

  • pagamentos e transferências,
  • saques, extratos, e
  • faturas de cartão de crédito.

Da mesma forma os correntistas também são isentos de taxas da manutenção da conta.

Vale novamente ressaltar que todas as operações bancárias dos bancos digitais são realizadas pelos aplicativos de celular, por meio de site do banco, a internet banking, ou por meio de telefone.

Vantagens que um banco digital oferece

  • não há cobrança de taxas, tarifas, e os juros são menores. Isso que dizer que, ao abrir uma conta digital, você não terá custos em:
  • tarifas nas transações,
  • taxas de manutenção de conta,
  • transferências.

Outra coisa: uma conta digital, geralmente, não cobra anuidade nos cartões de crédito.

Nos bancos digitais:

  • os investimentos são bastante atrativos, isto é, os bancos digitais oferecem investimentos com maior facilidade de acesso e segurança. Tudo isso em suas próprias plataformas digitais.
  • ao abrir seu app, você terá atendimento remoto, sem precisar deslocar para agências físicas.
  • todas as transações são realizadas pelo app do banco.
  • + economia: como os bancos digitais não há necessidade de agências físicas, as instituições financeiras, dessa forma, oferecem muito + ofertas que são também + acessíveis.
  • praticidade: na correria do dia a dia, um banco digital é mais prático e rápido, pois todos os serviços são feitos pela app, cujas operações são intuitivas e fáceis de se realizar, em processos 100% digitais. 
  • segurança: outra vantagem das contas digitais é a segurança.
  • ausência de burocracias: diferente dos bancos tradicionais, como todas as transações financeiras ocorrem no ambiente virtual, não há burocracias, da mesma forma que não há limites de transações, solicitações de empréstimos, financiamentos.

O Banco Inter é um exemplo, uma vez que se trata de um banco digital que não cobra tarifas, tampouco anuidade em seus cartões de crédito, possui programa de pontos, cashback e possui também uma conta para quem é microempreendedor individual.

Como o cliente não precisa ir até uma agência física, diminui o risco de assalto.

Na contramão do que a maioria das pessoas pensa, os bancos digitais são seguros.

E, dentro do ambiente virtual, os bancos digitais seguem criteriosamente todas as regulamentações impostas pelo Banco Central do Brasil que são protegidas pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Observação: os bancos digitais fazem uso do recurso de criptografia e biometria digital.

Com isso, os dados ficam seguros e os aplicativos só abrem por meio de senha ou biometria. 

Tudo é realizado pelo app.

Importante: com os bancos digitais, os smartphones e a internet a inclusão financeira deu um salto na economia.

É o que mostra o site Agência Brasil:

O Banco Central do Brasil constatou um crescimento “expressivo da quantidade de transações com cartões de débito e pré-pago”, que é influenciado pelo aumento das instituições financeiras digitais.”

É o que diz o Banco Central: “essas instituições alcançaram um papel relevante na inclusão financeira, ao proporcionar contas de pagamento a pessoas que anteriormente não tinham nenhum relacionamento com o sistema financeiro.

A plataforma Agência Brasil, deu destaque também a uma pesquisa realizada pelo Banco Central do Brasil.

Segundo o BC, “as faixas de renda mais baixas têm procurado cada vez mais os bancos digitais, sem contar com a adoção do PIX, o sistema de transferência eletrônica, como forma de pagamento.”

Vale dizer que o PIX, lançado em 2020, revolucionou o cenário financeiro brasileiro e contribuiu para a inclusão financeira de cerca de 71 milhões de pessoas até dezembro de 2022.

A população adulta que possui contas digitais passou de 70%, em 2017, para 84%, em 2022.

De acordo com o Banco Central, é um número bastante expressivo, uma vez que o Brasil é um país com uma população Brasil passa de 211 milhões de habitantes, estima IBGE.

Quer abrir uma conta digital?

Siga o passo a passo:

Há duas formas de abrir uma conta digital: a primeira será por meio de um banco físico, a segunda por meio de um banco totalmente digital.

Exemplo 1: como abrir conta digital no também tradicional Banco do Brasil 

  • Baixe o aplicativo BB para Android ou iOS,
  • Em seguida, clique em “Produtos para mim”,
  • Depois, selecione “Conta Digital”,
  • Neste momento, preencha os campos com todos os dados solicitados, e siga às seguintes instruções:
  • Confirme o número do celular no link que o Banco do Brasil enviar por SMS,
  • Envie fotos dos documentos pedidos,
  • Faça a selfie.
  • Agora, cadastre a senha,
  • Em seguida, aceite os termos de compromisso,
  • Aguarde por até três dias úteis para a confirmação,
  • É possível acompanhar a abertura da conta pelo chatbot do BB no WhatsApp,
  • Depois da liberação, você terá direito a um cartão de débito e serviços gratuitos. 

Exemplo 2: como abrir conta totalmente digital no Banco Inter

  • O primeiro passo é baixar o Super App do Banco Inter, nas lojas Google Play ou Apple Store
  • Em seguida, clique em “Abrir uma conta gratuita”
  • Tenha em mão os documentos pessoais em mãos para tirar fotos, como RG, CPF, comprovante de residência
  • Faça a selfie
  • Preencha os dados e aguarde a aprovação

Vale a pena ter uma conta corrente digital?

Partindo do princípio de que não é necessário enfrentar filas, aguardar número de senha para ser chamado ao atendimento, ter autonomia para fazer operações simples na conta, além de conseguir resolver praticamente tudo pelo celular, são grandes indícios de que, sim, vale a pena.

É preciso também estarmos atentos à evolução tecnológica e às tendências financeiras.

O importante é saber escolher bem a instituição financeira, ter certeza de que é segura e, consequentemente, escolher o banco.

Simples, não é?